Falso sequestro com familiares de sargento mobiliza polícias em BH

Uma ocorrência de falso sequestro mobilizou a Polícia Militar e policiais da Divisão Especializada de Operações Especiais (Deoesp) da Polícia Civil, na tarde desta quarta-feira. As supostas vítimas eram esposa e filho de um sargento da PM. A mulher saiu de casa depois de receber uma ligação de criminosos dizendo que haviam sequestrado um filho dela. Os golpistas também conseguiram o contato do militar e disseram a mesma versão. Como o PM não conseguiu conversar com a mulher, vários policiais foram acionados. As vítimas foram encontradas horas mais tarde sem nenhum ferimento e levadas para o Deoesp.

De acordo com a Polícia Militar, a ocorrência começou por volta das 14h30. O militar havia recebido uma ligação de criminosos relatando o fato e, como não conseguiu contatar a mulher, resolveu acionar a corporação. Várias viaturas do Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas (Rotam) foram até o Bairro Betânia, na Região Oeste de Belo Horizonte, para começar os levantamentos sobre o fato.

O sargento foi levado para a sede do Deoesp onde as equipes se reuniram para tentar solucionar o caso. Durante aproximadamente duas horas, os policiais conseguiram informações sobre as duas vítimas e descobriram que se tratava do golpe do falso sequestro. Conforme a PM, a esposa do militar recebeu uma ligação no telefone fixo de criminosos dizendo que estavam com o filho dela. Os homens ordenaram que ela deixasse o imóvel onde moram. Ela acatou a ordem e deixou o local com um outro filho.

Durante a conversa, eles ainda pediram o telefone do companheiro dela e a mulher acabou passando. Com isso, os golpistas ligaram para o sargento dizendo que haviam sequestrados as esposa e um filho dele.

As duas vítimas foram encontradas no Bairro das Indústrias por policiais do Deoesp. Em seguida, foram levadas para a delegacia onde devem prestar depoimento. O caso será investigado pelo delegado Thiago Machado.Fonte: EM.

Nenhum comentário