Gravado em Pains, filme 'Faroeste' estreia na cidade no próximo sábado

O Centro-Oeste de Minas Gerais foi cenário para as gravações do filme "Faroeste", de Abelardo de Carvalho. Gravado principalmente na cidade de Pains, em junho de 2012, a obra foi inspirada em "Bestiário", romance escrito pelo próprio diretor, que conta a história de um fazendeiro conhecido na região na década de 40. Pains foi escolhida também para a estreia do longa-metragem, que será realizada no próximo sábado (5), a partir das 20h, no Parque de Exposições. Confira aqui a galeria de fotos.

 
Luis Garcia em cena do filme "Faroeste" (Foto: Rudjy Mayal/Divulgação)

Filmado à luz natural, velas, fogueiras e lampiões, o filme narra a história do principal personagem, Luis Garcia, um velho fazendeiro conhecido dos moradores de Pains. Luis Garcia estava sempre rodeado por capangas armados e foi assassinado na cidade em 1917 próximo a uma igreja. Foi este estudo que deu origem ao romance ‘"Bestiário" e, em seguida, ao filme. As histórias do homem que foi figura marcante na cidade ainda são lembradas. “Ele frequentava bares, levava as mulheres dos outros. Acabaram matando ele na igrejinha”, relembrou o aposentado João Cândido da Silveira.



Filme gravado em Pains conta história de romance
(Foto: Ass. Com. de 'Faroeste'/Divulgação)

A história, que aconteceu há mais de 100 anos, chamou a atenção do diretor Abelardo de Carvalho, que há 30 anos passou a pesquisar a vida do fazendeiro. O diretor, que é da região, nascido no município de Iguatama, também no Centro-Oeste, decidiu aproveitar os cenários naturais onde o fazendeiro viveu. Para ele, uma forma de valorizar a tradição que até hoje existe no interior de Minas Gerais. “Não precisei pensar no cenário, afinal ele está pronto, valeu a pena fazer no local real”, disse o diretor.

O trabalho contou com a ajuda de quem conhece bem a região. O engenheiro ambiental Dirceu de Oliveira Costa foi quem encontrou os cenários ideais para as filmagens. “Como já li o livro, ficou fácil mostrar os locais pra ele”, afirmou Dirceu.


Cena de quadrilha gravada na fazenda Ribeirão
das Palmeiras (Foto: Ass. Com. 'Faroeste'/
Divulgação)

No longa, o diretor não reuniu nomes de peso e, apostou em 30 atores escolhidos pela peculiaridade exigida na trama. Além disso, mais de 200 pessoas da cidade também emprestaram o jeito simples do mineiro para consolidar a história. No elenco, Wladimir Winter vive o personagem principal, Luis Garcia; Manu Mangaravitte faz o papel da amante de Luis; Dellani Lima faz o sanfoneiro; Juliana Terra interpreta a esposa e Jom Tob Azulay é o padre, personagem que ouviu toda história em forma de confissão, contada pelo sanfoneiro.

Além de ter o apoio dos moradores que atuaram voluntariamente, Abelardo também contou com ajuda para as locações do longa. Uma delas foi a fazenda Ribeirão das Palmeiras, onde foram gravadas cenas da quadrilha onde Luis Garcia conhece sua amante. No local também foram gravadas cenas de lavadeiras no ribeirão. Motivo de orgulho para os proprietários Leopoldo Rosa e Bianca Maria e também para a filha, Yara Rosa Rodrigues, que atuou no filme. "Fiz parte das cenas da quadrilha e achei o máximo. Muito legal ser atriz por um dia", contou.

Estreia
Segundo o diretor do filme, Abelardo de Carvalho, que atualmente mora no Rio de Janeiro, a estreia não poderia ser em outro local que não fosse a cidade que deu origem à história. "Todo o filme está em Pains, todo o cenário está lá, todas as estrelas estão na cidade. Não justificaria fazer esse lançamento em outro local", ressaltou.

A pesquisa para roteirizar o filme durou 30 anos e, de acordo com o diretor, a experiência de outras produções, como os curtas documentários "Várias vidas de Joana" e "Cowboy, foi fundamental para o êxito desse projeto. " Essas experiências me estimularam e me deram ânimo para fazer sozinho um filme", relatou.

Com a presença confirmada da equipe de produção e elenco, o filme "Faroeste", será exibido a partir das 20h no Parque de Exposições em Pains. Em seguida haverá um bate-papo entre convidados, diretor e elenco.


Diretor do filme "Faroeste" Abelardo Carvalho
(Foto: Assessoria/Divulgação)

Diretor
Diretor e roteirista, Abelardo de Carvalho, é natural de Iguatama, no Centro-Oeste mineiro. Ele é bacharel em Artes Cênicas pelo Centro de Letras e Artes da Universidade do Rio de Janeiro (Uni-Rio), e pós-graduando em Arte e Educação pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Minas Gerais.

Publicou o romance “Bestiário” em 2002. Suas últimas produções como roteirista e diretor são os curtas “Amolador“ e “Último Retrato”, além do longa documentário inédito “Cowboy”.

Anna Lúcia Silva
Do G1 Centro-Oeste de Minas

Nenhum comentário