Menino atacado por tigre em zoológico de Cascavel recebe alta

Após uma semana, o menino de 11 anos atacado por um tigre no zoológico de Cascavel, na região oeste do Paraná, recebeu alta. Ele estava internado na ala pediátrica do Hospital Universitário da cidade.

Segundo a assessoria do hospital, o garoto foi acompanhado por uma equipe médica formada por diversos especialistas, entre eles ortopedistas, pediatras e psicólogos. O garoto, que teve o braço direito amputado na altura do ombro, deixou o hospital na noite desta quarta-feira por uma saída nos fundos do prédio.

A mãe do menino, Mônica Carvalho, informou que nesta quinta-feira voltará para São Paulo, onde a família mora.

— Ele está bem, está se virando sozinho. Agora é concluir a recuperação em casa — disse.

Segundo ela, o temor do filho era que o tigre fosse sacrificado — hipótese que nem sequer chegou a ser discutida pelo zoológico, mas foi debatida nas redes sociais.

Antes de retornar a São Paulo, o menino será submetido a exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal (IML) de Cascavel. Nesta terça-feira, o tigre, chamado de Hu, voltou a ser exposto aos visitantes no zoológico de Cascavel, depois de cinco dias de confinamento. De acordo com a direção do zoo, a medida foi preventiva.


Investigação

Também nesta terça, o delegado Denis Merino, responsável pelo inquérito, ouviu o depoimento de quatro funcionários do zoológico. Até sexta-feira, outras testemunhas devem prestar esclarecimentos. A expectativa é pelo depoimento do pai do garoto, Marcos do Carmo Rocha. No dia do acidente, ele chegou a ser detido pela polícia, mas foi liberado depois de prestar esclarecimentos sobre o acidente.

 Fonte: Zero Hora Notícias 

 Vídeo do You Tube

Cenas fortes



 Imagens de Internet

Nenhum comentário