Concurso 3.000 mil vagas para PMMG ainda em 2015 confiram.

Minas vai receber 9.000 PMs. Reforço virá em três etapas, até 2017, e, segundo Polícia Militar, vai acabar com déficit de pessoal.
Concurso 3.000 mil vagas para PMMG ainda 2015 confiram.
Minas Gerais vai ganhar um reforço de 9.000 policiais militares até 2017. Segundo a corporação, o governo do Estado já autorizou o concurso para a contratação de 3.000 novos soldados ainda em 2015 – os 6.000 restantes serão contratados nos dois anos seguintes. O anúncio foi feito nesta quinta pelo comandante geral da Polícia Militar (PM), coronel Marco Antônio Badaró Bianchini, durante a sexta edição do Seminário Internacional de Policiamento Comunitário – Sistema Koban, em Belo Horizonte. O edital será lançado em 30 dias.

“Com esses novos contratados, a Polícia Militar acaba com o déficit de pessoal e alcança o efetivo de 52 mil homens. Todos os novos policiais vão ser destinados para a área operacional (na rua), o que garantirá o policiamento efetivo no Estado”, explicou o major Gilmar Luciano, assessor de imprensa da PM.

Após aprovados em todos os testes, os novos soldados passarão pelo curso de formação da polícia, com nove meses de duração. Dessa forma, a expectativa é que os primeiros 3.000 militares comecem a atuar nas ruas em 2016.

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) informou que o pedido do edital ainda não chegou formalmente à Câmara de Coordenação Geral, Planejamento, Gestão e Finanças, órgão que avalia a viabilidade e o impacto dos editais e concursos do ponto de vista financeiro e orçamentário. Ainda assim, segundo a PM, o concurso está garantido.

“O acordo para a contratação foi firmado ontem (nesta quarta), entre o comandante geral da Polícia Militar, Marco Antônio Bianchini, e representantes da Secretaria de Planejamento. O concurso está autorizado, faltam apenas os trâmites burocráticos”, justificou o major Gilmar Luciano.

Atuação. Os novos policiais militares serão direcionados para a atividade operacional, mas, segundo a PM, ainda não está definida a distribuição dos soldados pelo Estado. Ainda assim, a expectativa é que parte deles sejam alocados na região metropolitana e em Belo Horizonte.

“Não sei o planejamento dessa distribuição. Tenho em torno de 5.000 homens, que prestam um bom trabalho, mas as demandas têm aumentado constantemente, e o aumento do efetivo é sempre bem-vindo”, comentou o coronel Cícero Leonardo da Cunha, comandante do Comando de Policiamento da Capital (CPC).
Comunitário
Seminário.
O anúncio da contratação dos novos policiais militares foi feito durante o Seminário Internacional do Sistema Koban, que promove o intercâmbio entre policiais brasileiros e japoneses. A parceria busca desenvolver o aspecto comunitário da Polícia Militar de Minas.

Evolução. O policial japonês Kasuya Endo disse que já há um avanço no modelo de polícia comunitária em Minas, mas destacou que a diferença ainda é grande com relação ao Japão. “Ainda está longe do modelo japonês, mas sabemos que a realidade no Brasil é bem diferente. Nossa parceria vai alterar a rotina entre polícia e cidadão”. Fonte: Otempo.
 

 

Nenhum comentário