Taxista que estava desaparecido é achado morto em Dores do Indaiá

O corpo do taxista, José de Assis Araújo, de 54 anos, que estava desaparecido em Dores do Indaiá, foi localizado na manhã desta quinta-feira (23) em uma fazenda a cerca de oito quilômetros da MG-176. Segundo a Polícia Militar (PM), havia sinais de violência.
Um vaqueiro achou o corpo e acionou os militares. A vítima estava com ferimentos na cabeça e pescoço, possivelmente feitos por faca. A perícia foi acionada. A Polícia Civil investiga o caso e suspeita de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. Até o fechamento desta reportagem ninguém foi preso.
Desaparecimento
O taxista desapareceu nesta terça-feira (21). A PM informou que ele deixou o ponto de táxi do Terminal Rodoviário, no Centro de Dores do Indaiá, e não foi mais visto.
Durante patrulhamento, os militares localizaram o táxi com as portas abertas às margens da MG-176 nesta quarta-feira (22). No veículo foram encontradas marcas de sangue e uma faca que foi apreendida próximo ao carro. Segundo a PM, a carteira do homem estava dentro do veículo, mas não tinha dinheiro.

Bárbara Almeida
G1 Centro Oeste MG

Nenhum comentário