Estado descarta febre amarela em humanos em Formiga e Medeiros

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) descartou a suspeita de contaminação por febre amarela em humanos nos municípios Formiga e Medeiros. O novo boletim foi divulgado nesta terça-feira (21) e, até o momento, dois casos de contaminação em animais foram confirmados na região.

Na última atualização, constava a possibilidade de vírus em humanos no Centro-Oeste de Minas. Inclusive, na última semana, a Prefeitura de Formiga negou o registro, mas confirmou a intensificação de vacinas contra a doença na cidade.

Até o momento, animais encontrados em 16 cidades estão em análise e os casos são investigados. E ainda, existem rumores em 19 municípios, ou seja, quando macacos mortos são encontrados, mas não há análise do sangue do animal.

Cidades com rumores

Araújos, Arcos, Bambuí, Cláudio, Carmo da Mata, Conceição do Pará, Córrego Danta, Dores do Indaiá, Estrela do Indaiá, Formiga, Iguatama, Leandro Ferreira, Luz, Medeiros, Pará de MInas, Pedra do Indaiá, Nova Serrana, São Gonçalo do Pará, São Sebastião do Oeste.

Casos em investigação

Bom Despacho, Carmo do Cajuru, Divinópolis, Formiga, Igaratinga, Itaúna, Lagoa da Prata, Martinho Campos, Moema, Onça de Pitangui, Perdigão, Pimenta, Santo Antônio do Monte, Tapiraí, Capitólio, Piumhi.

Mortes de macacos por febre amarela confirmadas

Japaraíba e São Roque de Minas.

G1

Nenhum comentário